Translate

quinta-feira, 30 de maio de 2013

Variação de Tensão

Variação de Tensão de Curta Duração

A variação de tensão depende dos níveis que pode alcançar tanto para mais ou para menos e o tempo em que o evento permanece ativo, que pode ocorrer em intervalos de 8.333 ms (½ ciclos) por 1 minuto. Para definir um afundamento de curta duração, conhecido como SAG, é necessário que o tempo do distúrbio não ultrapasse o intervalo citado e tenha como margem de variação entre 90% a 10% da tensão nominal. Nos casos em que a variação se dá para mais, ou seja, elevação da tensão, o distúrbio é conhecido como SWELL e o mesmo ocorrer dentro do limite de tempo já mencionado, porém, a margem de variação fica estabelecida entre 10% e 80% da nominal.  Caso o evento seja menor que 10% da nominal para mais ou para menos, não fica caracterizado como distúrbio; e caso exceda o valores de 90% para menos ou 80% para mais, é considerado surto de energia.
Entre as causas mais comuns que desencadeiam esses efeitos dentro da indústria pode ser observado o chaveamento de cargas expressivas, bancos de capacitores com estágios com grande valor de KVAr, comutação de vários estágios do banco de capacitores de uma única vez ou curtos circuitos.
No geral a solução para tal ocorrência se dá pela identificação das cargas críticas e sensíveis ao evento, e protegendo-as com a instalação de UPDs (Nobreak / Banco de Baterias) ou transformadores ferrorressonante normalmente usado para cargas não expressivas. Equipamentos com função dedicada para o acionamento de motores como inversores de freqüência e soft start, são bem comuns, porém seus efeitos também são expressivos nas instalações. Os valores multiplicativos a seguir tem suas definições em pu.

·                    SAG – Variação entre 0,9 a 0,1 (em pu) da Tensão Nominal
·                    SWELL – Variação entre 1,1 a 1,8 (em pu) da Tensão Nominal

Variação de Tensão de Longa Duração

Não muito diferente das variações de curta duração principalmente no que diz respeito às causas, o que poderá ser acrescentado são mais alguns meios de conseguir o indesejado efeito. Será apresentado os mais encontrados, sendo a falta de fase de um circuito trifásico, TAP’s mal ajustado do transformador e pela manobra oposta do item 3.1, ou seja, não acionamento, mas sim quando é desligada uma das cargas do circuito.
·                    Overvoltage ou Sobretensão – Variação de 1,1 a 1,2 (em pu) da tensão nominal
·                    Undervoltage ou Subtensão – Variação menor que 0,9 (em pu) da nominal






FONTE:

FACULDADE SENAI DE TECNOLOGIA MECATRÔNICA
PÓS-GRADUAÇÃO EM AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL
MONOGRÁFIA - GESTÃO DE ENERGIA ELÉTRICA NA INDÚSTRIA
SÃO CAETANO DO SUL - 2012